O Projeto de Lei n° 372/17, de autoria da senadora Kátia Regina de Abreu, é uma verdadeira ameaça à Farmácia como estabelecimento de saúde!

O Projeto propõe alterações na lei 13.021/2014 e quer eximir farmácias constituídas como Microempreendedor Individual e Microempresas da manutenção de farmacêutico durante todo o expediente de funcionamento. Um retrocesso à saúde pública!

O Presidente do CRF-RN, Sales de Araújo Guedes, afirma que a presença do farmacêutico nas farmácias em tempo integral é um direito assegurado à população por lei. “A assistência farmacêutica é essencial para o cidadão que precisa de orientação profissional no momento da dispensação do medicamento. Não podemos retroceder nesse cuidado básico de saúde ao paciente”.

Dados do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (SINITOX) mostram que os medicamentos são a principal causa de intoxicação no Brasil, superando, inclusive, a decorrente do uso de agrotóxicos. Isso equivale dizer que, por hora, 3 brasileiros se intoxicam com medicamentos.

Farmacêutico potiguar, participe agora da consulta pública e posicione-se contra o projeto, acessando o link: https://goo.gl/jXC5ee

#FarmaciaEstabelecimentodeSaúde #SaúdePública  #DireitoDoCidadão #CRFRN

 

 

mobilização online contra PLS 372.17

Clique na imagem para ampliá-la